Escolha uma Página

Quem já atua na área da hotelaria, já consegue saber como é importante ter referências, sejam de marcas, de líderes, gestores e empreendedores na carreira, sendo ainda que nos sirvam de exemplo e inspiração para o nosso crescimento.

Dentre vários, uma das referências do @NilsonBernalHotelier é Tony Hseih, fundador da Zappos, gigante do e-commerce americano que hoje pertence a Amazon. Hseih é o principal promotor da “Cultura da Felicidade” nos negócios que preconiza a necessidade de se construir um ambiente onde os funcionários sintam-se realizados e felizes. Já na Indústria da Hospitalidade, há que se repensar neste modelo de gestão.

Um dos pressupostos dessa visão é o empoderamento dos funcionários que se reflete em uma maior autonomia em detrimento de um ambiente caracterizado pelo controle. Um dos principais desafios na minha forma de gestão é a preservação e o respeito à cultura da companhia hoteleira o qual ajuda, facilita e direciona a organização e seu time para um desenvolvimento de crescimento constante e com estratégias de consistência.

Atualmente sob a gestão de muitos profissionais, acredito que o hoteleiro deve gerenciar esse desafio diário fortalecendo a cultura organizacional da companhia onde se evidenciam os valores e princípios do negócio. São esses princípios e valores que norteiam a ação de qualquer profissional da empresa.

Acredito que a autonomia é uma crença fundamental dessa filosofia. O Hoteleiro deve ter uma visão de que é necessário sistematizar tudo o que pode ser sistematizado e não sistematizar o que não é necessário. Os relacionamentos interpessoais, por exemplo, não podem ser sistematizados.

Dessa forma evidenciamos a necessidade de uma gestão menos hierarquizada, e baseada em controles em detrimento de uma ação mais flexível e principalmente que melhore o diálogo e a comunicação. O limite de ação sempre estará relacionado às atitudes e comportamentos alinhados à cultura da rede hoteleira.

Para o compartilhamento dessa cultura, considerando esse crescimento acelerado, é fundamental o desenvolvimento de uma estratégia de comunicação muito estruturada que evidencie e fortaleça em todas as oportunidades a visão do negócio.

Além disso, destaca-se a importância de situações como, por exemplo, a atividade de integração dos novos funcionários. Esse é um dos principais e mais importantes para alinhar quem chega com os valores da organização. Eu sempre valorizei muito esta iniciativa da organização, definindo-a como um dos pilares da estratégia de crescimento na hotelaria. Faço aqui um simples comentários que, para dar conta do crescimento do negócio, é fundamental estar cada vez mais focado no desenvolvimento das pessoas de seu negócio. Sim eu disse PESSOAS.

Essa visão sobre gestão de pessoas resulta na decisão de definir claramente a área de recursos humanos como essência da empresa. Eu acredito que pessoas não são apenas recursos e sim uma fonte inesgotável de talento e que quando elas se adaptam e estão satisfeitas com o contexto onde atuam, geram resultados extraordinários e espetaculares.

Uma comprovação de que esse modelo está sendo bem-sucedido é a maneira o qual me acompanha a mais de 20 anos.

Nesse período de eterno aprendizado, acredito que consegui evoluir positivamente os principais vetores de crescimento e gestão de um empreendimento hoteleiro, ou quiçá de um negócio hoteleiro.

Resultados;
Propósito total no cliente;
Mais Resultados;
Propósito total nos funcionários, equipes, patrimônio.
Acredito no crescimento focado nestas entregas e com isso ocorre a solidez da cultura organizacional que consegue atrair os melhores talentos que, por se sentirem à vontade no negócio, tem uma performance acima da média.

O crescimento também traz o desafio de conseguir atender a todas as demandas do cliente no tempo desejado. Não adianta investir na experiência do seu hóspede se ele não encontrar o produto, hotel impecável em todos os aspectos.

Tenham a visão de entregar uma experiência de valor ao cliente e com isso evidenciar na estratégia de oferecer um produto hoteleiro impecável. A lógica dessa estratégia está baseada na visão de que é necessário entregar tudo o que o cliente deseja.

@NilsonBernalHotelier

Nilson Bernal
@NilsonBernalHotelier
Atual Gerente Regional de Operações da Rede Bourbon Hotéis & Resorts. Atuando na hotelaria há mais de 20 anos em organizações como Mabu Hotéis & Resorts, Bristol Hotéis & Resorts e Atlantica Hotels.

Comentários

Comentários

%d blogueiros gostam disto: